Web Radio Gospel Da Covilha - ((( Portugal))) Sua Amiga De Todos As Horas



Consagre ao Senhor tudo o que você faz, e os seus planos serão bem-sucedidos. Provérbios 16:3

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Conselhos Bíblicos Para Uma Vida Melhor

 

1- Comece seu dia entregando tudo a Deus.

“Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará”. Sl 37:5

2- Leia uma porção da Bíblia todos os dias.

“Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e luz, para os meus caminhos”. Sl 119:105

3- “Carpem Diem”: Aproveite o seu dia.

“Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além, para onde tu vais, não há obra, nem projectos, nem conhecimento, nem sabedoria”. Ec 9:10


4- “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança:” Lm 3:21

5-Tire do seu vocabulário: “não posso”, “não vou conseguir”, “é impossível”.

“Pois para Deus nada é impossível”. Lc 1:37

6-Viva o presente: Quem vive do passado é museu.

“Portanto, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; tudo se fez novo”. 2 Cor 5:17

7-Não tome decisão na hora da ira.

“O que facilmente se ira faz doidices, e o homem de maus desígnios é odiado”. Prov 14:17


8-Não faça amizades com certos tipos de pessoas.

“Não faça amizade com o iracundo, nem Andes com o homem colérico”. Prov 22:24

9-Mantenha amigos por toda a vida.

“O homem que tem muitos amigos pode vir à ruína, mas há um amigo mais chegado do que um irmão”. Prov. 18:24

10-Ouça mais, fale menos.

“Até o tolo, quando se cala, é tido por sábio, e o que cerra os lábios, por entendido”. Prov 17:28

11- Só é feliz quem se contenta com aquilo que tem.

“Não digo isto por causa de necessidade, pois já aprendi a contentar-me em toda e qualquer situação”. Fil 4:11


12-Não se isole: ninguém é uma ilha.

“Melhor é serem dois do que um, Se um cair, o outro levanta o seu companheiro. Mas ai do que estiver só, pois, caindo, não haverá quem o levante”. Ec 4:9,10,11.
 
13-Não seja materialista.
“Como saiu do ventre da sua mãe, assim nu voltará, indo-se como veio. Nada tomará do seu trabalho que possa levar na sua mão”. Ec 5:15

14-Dê com generosidade, sem esperar nada em troca.

“Dá a quem te pedir, e não te desvies daquele que quiser que lhe emprestes” MT 5:42

15-Não ande ansioso pelo amanhã.

“Portanto, não andeis ansiosos pelo dia amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal”. Mt 6:34

16-Valorize e ame a sua família.

“Mas, se alguém não cuida dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior que o incrédulo”. 1Tm 5.8

17-Seja ousado no Senhor.

“Porque Deus não deu o espírito de timidez, mas de poder, de amor e de moderação”. 2Tim 1:7

18-Evite contenda.

“E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim ser brando para com todos, apto para ensinar, paciente”; 2 Tim 2:24.

19-Dê graças em todas as circunstâncias.

“Em tudo dai graças, pois está é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco”. 1Tess 5:18

20-Ame profundamente e com paixão.

“Amados, amemo-nos uns aos outros, pois amor é de Deus. Quem ama é nascido de Deus e conhece a Deus”. 1João 4:7



segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

O Valor da Adoração a Deus no Lar

 
Introdução:
 
No Livro de Gênesis, Cap. 3 e no Salmo 128, encontramos o valor da adoração a Deus no lar. Deus deseja que, em cada lar, haja um ambiente espiritual que honre e glorifique o Seu nome.

A maioria dos pais crentes não têm percebido a necessidade da adoração no lar, imaginando que só a igreja local atende às necessidades espirituais de sua família. Mas isso é um engano. Meditemos um pouco no assunto.
 
 

 I - Deus quer estar presente no lar

1. No primeiro lar, Deus estava presente.

Deus visitava; Deus falava; Deus orientava o primeiro casal;
Enquanto obedeceram à voz de Deus, havia um culto maravilhoso no lar edênico.
Quando desobedeceram, Satanás prevaleceu.
HOJE, acontece a mesma coisa: Deus no lar: Harmonia, paz, amor. Deus fora do lar: falta de amor, ciúmes, contendas , brigas; desunião.

II - Com Deus no lar, A família é feliz

l. O Pai de família é feliz(Sl 128.1)

Ele teme a Deus e ANDA nos seus caminhos...
Adora a Deus; reparte felicidade com os seus;
É companheiro e amigo dos filhos e da esposa, ajudando-os a serem bons crentes;
Ele ama a esposa e dá exemplo aos filhos;
Tem cuidado e zelo pela família (Ver 1 Tm 5.8);

2. A Mãe, esposa e mulher é feliz(Sl 128.3a)

Ela é comparada a uma ÁRVORE FRUTÍFERA:
Dá fruto, dá sombra, dá abrigo, dá aconchego;
A árvore precisa ser cuidada: amor, zelo, afeto, carinho;
É diligente (Pv 31.27: é virtuosa (Pv 31.10-11);
É admirada e elogiada pelo esposo e pelos filhos (Pv 31.28-29).

3. Os Filhos são abençoados(Sl 128 3b)

São comparados a PLANTAS DE OLIVEIRAS:
Dão fruto: Ver Gl 5.22-23;
Dão azeite (unção do Espírito Santo);
Dão sombra (amparo, abrigo contra o desconforto );
As plantas precisam ser regadas, cuidadas: amor, cuidado, afeto, tempo, diálogo.

4. A Prosperidade no Lar Cristão(Sl 128.2; 4-6; Dt 28)

Prosperidade em tudo (Sl 1.1-3);
Bênção na cidade (Dt 28.3a); Bênção no campo (Dt 28.3b-4);
Bênção na vida doméstica (Dt 28.5,8);
Bênção dentro e fora de Casa (Dt 28.6; Sl 121.8);
Bênção diante dos inimigos (Dt 28.7; Sl 23.5);
Bênção na parte financeira (Dt 28.12).

III - A Adoração a Deus no Lar é Mandamento de Deus (Dt 11.18-21)

1. Os pais devem ter a palavra no coração(V. 18)

Do coração procedem as saídas da vida (Pv 4.21-22);
A boca fala do que o coração está cheio (Lc 6.45);
"A morte e a vida estão no poder da língua" (Pv 18.21);

2. Os pais devem ter a palavra de Deus nas mãos(V. 18)

As mãos devem ser usadas de acordo com a Palavra de Deus todos os dias;
O toque das mãos pode conduzir bênçãos com a palavra. Jacó abençoou os netos, tocando neles (Gn 48.8-10;13-16).
 
3. Os pais devem ensinar a palavra cuidadosamente(V. 19)
Ensinar assentado em casa(v 19);
Ensinar andando pelo caminho;
Ensinar durante o dia;

4. O valor do Culto Doméstico

4.1. Período

Deve ser feito diariamente: durante 10 a 15 minutos apenas;

4.2. Procidências
Providências preliminares: reunir a família e mostrar a necessidade do culto doméstico.

4.3. Roteiro - pode variar

1) Cânticos de corinhos ou de hinos de que todos gostem;

2) Leitura de pequeno trecho da Bíblia: cada dia, um membro da família ler; ou todos lêem alternadamente os versículos (isso ajuda a participação maior);

3) Um Comentáriorápido e significativo pode ser feito, enfatizando os pontos, aplicando-os à vida da família;

4) Pedidos de Oração: cada um pede por seus problemas e pelos outros;

5) Oração: uma só, por um membro da família ou fazem oração um após outro;

4.4. Obstáculos

1) Desencontros dos horários da família: O pai trabalha em um horário; a mãe trabalha em outro; os filhos saem cedo para a escola; horários desencontrados;

2) Fadiga: o trabalho e os estudos em excesso conspiram contra o culto doméstico;

3) Pouca importancia: muitos passam horas e horas diante da TV, mas não encontram tempo para o culto doméstico.

Tudo isso dificulta mas não deve ser usado como desculpas para a não realização do culto doméstico. O Inimigo pode agir nessas coisas.

É preciso colocar o culto doméstico como prioridade no lar. Só traz bênçãos pa a família.

Os obstáculos podem ser vencidos com o Poder do Espírito Santo e o esforço de todos , principalmente dos líderes do lar (Pai e mãe). Há tempo para tudo (Ec 3.1); Podemos tudo naquele que nos fortalece (Fp 4.13).

CONCLUSÃO:

A adoração a Deus no lar precisa ser valorizada. A avalanche de pecados que são jogados contra os lares, especialmente através da mídia (TV, rádio, literatura pornográfica, etc...) só pode ser derrotada com a família unida em torno do altar da adoração a Deus. É melhor desligar o altar da televisão e acender o ALTAR DA ADORAÇÃO.

PAI E MÃE: não dêem desculpas que agradem ao inimigo. REALIZEM O CULTO DOMÉSTICO COM SEUS FILHOS. Que Deus nos abençoe (Nm 6.24-26).
Autor: Pr. Elinaldo Renovato de Lima

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Comunicação no Casamento é Importante

 


O tema da comunicação no casamento é difícil, talvez impossível. Ela envolve esforço, dor, sensibilidade, paciência e muito cuidado. O ato de se comunicar é muitas vezes uma tarefa pesada, mas é uma tarefa que deve ser realizada para que o casamento seja completo. Quando a comunicação vacila, o casamento está em dificuldades. Quando ela falha, o casamento está praticamente condenado.

A comunicação é, acima de tudo, um meio de conhecer. No casamento isto significa, simplesmente, o conhecimento de duas pessoas. O objetivo da comunicação é o conhecimento - não um conhecimento abstrato, teórico e impessoal, mas um conhecimento pessoal, o conhecimento da intimidade. Em categorias bíblicas, a essência do casamento é expressa na intimidade de conhecer e amar.

Quando os escritores do Antigo Testamento descrevem o ato sexual, o termo normalmente utilizado é uma forma do verbo “conhecer”. Nós lemos que Adão “conheceu” sua mulher e ela concebeu. Abraão conheceu sua esposa, etc. O que o escritor está tentando transmitir? A Bíblia não está tentando sugerir que a reprodução ocorre pela capacidade de reconhecer ou distinguir uma pessoa da outra. Quando lemos que Adão “conheceu” sua esposa, isso significa mais do que dizer que eles foram formalmente apresentados. O escritor bíblico também não está apenas sendo educado quando ele usa o termo. Seria inadequado para um escritor do Antigo Testamento evitar a franqueza em favor de eufemismo. Não. Quando o Antigo Testamento fala da união sexual em termos de conhecimento, é porque o conhecimento, em todos os sentidos da palavra, é o coração do casamento. Ser conhecido e ainda ser amado é uma das metas supremas do casamento.
Muitos de nós pensamos que, se as pessoas realmente nos conhecessem, elas não iriam gostar de nós. Outros pensam que se as pessoas nos conhecessem bem o suficiente para nos entender, talvez elas gostassem de nós. A maioria de nós provavelmente acredita um pouco nos dois. Nós gostaríamos de ser realmente conhecidos - mas ainda permanece em nós o incômodo medo de que, se formos conhecidos, não seremos amados.

Antes da queda, Adão e Eva desfrutavam sua vida no Éden, “nus e sem sentirem vergonha”. Depois da queda tornaram-se conscientes de sua nudez e se esconderam em vergonha. Em sua culpa, eles não queriam que Deus os visse, de forma que se tornaram fugitivos de Seu olhar. No entanto, em um ato de extraordinária graça, Deus providenciou roupas para as Suas criaturas envergonhadas e cobriu sua nudez. Mas o desejo pelo estado original, de estarem nus e não se envergonharem permaneceu em Adão e Eva. Eles queriam sua nudez e sua vergonha escondidas, mais ansiavam por um lugar seguro para ficarem nus. Eles ansiavam por um lugar onde pudessem tirar suas roupas e serem conhecidos sem medo. Deus providenciou este lugar na instituição do casamento. Deus deu-lhes um lugar onde eles poderiam ter “relação”, que, certamente, é também um sinônimo para a comunicação verbal.

A comunicação envolve uma espécie de nudez. Em algumas situações, a nudez pode ser muito embaraçosa. Outras vezes, ele pode ser extremamente estimulante. Assim é com a comunicação. Quando a comunicação é realizada de forma adequada no casamento, ela produz um prazer indescritível. Quando falha, o resultado são duas pessoas voltando a se esconder.

Ser conhecido por Deus é o maior objetivo da existência humana. Saber que Deus conhece tudo sobre mim e ainda me ama é realmente minha máxima consolação. Que conforto saber que eu não posso jogar areia nos olhos de Deus - não há qualquer sucesso em mesmo tentar. A instituição humana do casamento deve espelhar esta consolação. Quanto mais somos capazes de nos revelar aos nossos companheiros de vida e ainda sermos amados, mais somos capazes de entender do que se trata nosso relacionamento com Deus. Um grande consolo que eu tenho neste mundo é saber que a minha esposa me conhece melhor do que qualquer pessoa no planeta, e - adivinhem? - Ela me ama.
 
Autor: R.C. Sproul
 

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Mulheres evangélicas podem vestirem-se com muito estilo



Quando se fala em roupas para mulheres evangélicas logo vem à mente aquela clássica saia jeans abaixo dos joelhos combinando com alguma blusa básica. No entanto já faz algum tempo que isso vem mudando e cada vez mais a moda atrelada à religião evangélica tem trazido opções variadas a quem só pode usar saias e vestidos.

Roupas com recortes mais discretos, sem valorizar o corpo feminino em excesso, mas com muito bom gosto e estilo, invadem lojas especializadas para mulheres evangélicas para agradar àquelas que não se contentam com pouco.

“Nem eu e nem minhas amigas temos sequer uma única saia jeans no guarda-roupa. Só por sermos evangélicas não significa que não queremos usar peças da moda ou as coisas bonitas que vemos as famosas usando. Sabemos o que podemos usar e queremos opções de peças bacanas. Evangélica usando apenas saia jeans é coisa do passado!”, diz Eliane Assis, advogada que é evangélica e tem um guarda-roupa repleto de peças atuais.

Mas por mais que as opções sejam variadas hoje em dia, a famosa saia jeans ainda tem seu lugar garantido no culto. No entanto, a moda evangélica também busca referências fashionistas para compor suas coleções. A Joyaly, uma das marcas pioneiras no segmento, foi criada pela evangélica Aurea Assis Flores na década de 90 para suprir a falta de opções que ela própria encontrava na hora de comprar roupas para ir à igreja. “A marca começou tendo a saia jeans como carro forte. Mas hoje em dia, as mulheres estão mais exigentes e querem usar roupas mais elaboradas”, diz Alison Flores, diretor comercial da grife.
 
Passados 20 anos, a marca busca referências em semanas de moda ao redor do mundo para criar suas peças e tem como maior referência de estilo ninguém menos que a Duquesa de Cambridge, Kate Middleton.

“Kate Middleton usa todas as tendências de moda atuais e consegue fazer isso com roupas recatadas. Criamos muitas peças baseadas em seu estilo. Nossas peças são elegantes, discretas, não evidenciam o corpo, no entanto têm muito bom gosto e estão sempre alinhadas ao que está na moda, adaptadas ao segmento”, conta Alison.

Tendo mulheres de 25 anos como principal público alvo da marca, Alison explica que criar moda evangélica hoje em dia é muito mais desafiador do que há 20 anos, quando a Joyaly nasceu. “Naquele tempo não havia referências de moda como hoje por conta da internet, da inclusão digital. Naquela época as mulheres usavam os looks que criávamos da maneira como sugeríamos.

 Por conta disso é que a saia jeans se estabeleceu como marca registrada da evangélica, pois se não havia muitas opções, usava-se o que tinha. Hoje a evangélica olha o que uma famosa usa e pode copiar seu estilo indo a uma loja de departamento e comprando peças avulsas. Ela sabe o que quer usar”, conta.
Se os decotes, as calças e as peças curtinhas não são permitidos na hora do culto, as evangélicas podem esbanjar estilo e se vestir com peças dignas de qualquer fashionista de respeito.


Notícia copiada de: http://www.noticiascristas.com/2013/02/muito-alem-da-saia-jeans-mulheres.html#ixzz2LeV7NWhC
|

O Que Está Embaraçando a Tua Vida?



O embaraço é empecilho, é algo que atrapalha e que impede a sua progressão na caminhada. É como uma pedrinha no nosso sapato atrapalhando nossa caminhada e se não nos livrarmos dela poderemos não chegar ao destino almejado.

Às vezes só atentamos para o pecado, mas veja que o diz o versículo: que também devemos deixar todo embaraço, pois, do embaraço para o pecado é só um passo.

O escritor aos Hebreus compara a vida cristã a uma corrida. Quando um atleta vai correr ele tem que estar em forma, usar roupas leves. Tem que haver um preparo físico para que nada atrapalhe sua caminhada. Não pode haver nenhum embaraço em seu caminho se não ele perde a corrida. De tal forma somos nós, temos de correr para o alvo e remover todos os embaraços que aparecem no nosso caminho. Senão atrapalhará a nossa corrida que é rumo ao céu.

Temos que vigiar, pois o embaraço pode está entranhado em nós, e até já nos acostumamos com ele. Não devemos esquecer o que diz o apostolo Paulo: Aquele que milita não pode se embaraçar com negócios desta terra (2 Tm 2:4).


Deixemos todo embaraço e o pecado que tão de perto nos rodeia e corramos, com paciência, a carreira que nos está proposta (Hb 12:1b).

Alguns embaraços que podem estar atrapalhando a tua vida:

Os afazeres domésticos; sou mulher e sei que toda mulher tem que cuidar bem de sua casa para deixá-la sempre limpa e em ordem, mas devemos ter muita sabedoria e remir o tempo, nunca devemos deixar de orar, ler a bíblia por causa dos afazeres do lar. Temos que saber conciliar ambas as coisas, para que isso não se torne um embaraço e deixemos de receber as bênçãos de Deus.

Quando Jesus foi a casa de Marta e Maria, Marta estava muito atarefada, muito embaraçada com os afazeres do lar, e estava perdendo a melhor parte, da qual Maria não abriu mão que era de estar aos pés do mestre ouvindo a Sua palavra. Jesus chamou a atenção de Marta pela inversão de valores.

- Costumes e tradições meramente humanas; existem muitas denominações que condenam os outros por usarem determinados tipos de roupas, maquiagem e etc. Cuidado, isso pode está embaraçando a tua vida! Medite em Mateus 7:1. Cuidado com a trave do teu olho e não com argueiro do olho do teu irmão, pois a trave é bem maior que o argueiro.

Outro costume bem comum que se torna um embaraço é do crente domingueiro, que só vai a igreja aos domingos, e principalmente, se for culto de Santa Ceia. Tais pessoas estão se embaraçando com as coisas deste mundo. Em todos os cultos temos de estar nos átrios do Senhor O adorando na beleza da Sua Santidade.

O Salmista disse: “Preferia estar a porta da casa do meu Deus do que habitar na tenda da impiedade, mas vale um dia em teus átrios do que em outras partes mil “(Sl 84:10).

Ele também disse: “Alegrei-me quando me disseram vamos a casa do Senhor” (Sl 122:1). Temos de ir à casa do Senhor com alegria, não por obrigação, ou por desencargo de consciência, e nem para agradar pastor ou quem quer que seja.

- Trabalho secular; Conheci um homem que declarou: “Deus tem me abençoado tanto, me deu um trabalho que ganho muito bem. Abençoou-me tanto, tanto que não tenho tempo nem de ir à igreja”. Pobre coitado! Está enganado. Esse emprego não foi Deus quem lhe deu, foi sua propria capacidade, poder de escolha, ganância, ou até mesmo um prato do diabo, seja lá o que for, menos Deus.

Entenda que Deus nunca te dará um emprego que te afaste dos Seus átrios, da Sua casa! Ele estaria contrariando a Sua propria Palavra que nos manda congregar. Deus sabe que precisamos trabalhar, e com o suor do rosto ganhar o pão.

Ele abre uma porta de glorificação ao Seu Nome; uma porta que não nos empeça de estarmos na Sua casa, e não uma porta que nos afaste de Sua presença. Porque uma brasa fora da fogueira a tendência dessa brasa é esfriar e se apagar.

- A visita inesperada; isso geralmente acontece na hora do culto. Aquele parente que você ama muito; aquele amigo ou amiga que não vê a muito tempo e etc.

Amados a nossa vida é feita de escolhas. Josué disse para o povo: “escolheis hoje a quem servis, se ao Senhor ou aos deuses que serviram vossos pais, porém eu e minha casa serviremos ao Senhor” (Js 24:15).

Temos que nessa hora decidir de irmos para a casa do Senhor e convidar a visita para nos acompanhar e se não quiserem sinto muito, mais importa agradar a Deus do que aos homens. Embaraço nenhum me impedirá de ver a Glória de Deus.

Neemias estava trabalhando na construção dos muros da cidade quando os servos de satanás tentam desviá-lo dos seus propósitos que era de construir os muros da cidade de Jerusalém e por as portas. Eles o mandaram chamar e Neemias respondeu: “Estou fazendo uma grande obra de modo que não poderei descer” (Ne 6:3).

Não deixe que ninguém usado pelo diabo, ou até mesmo pessoas que sentimentalmente você esteja envolvido (a), lhes tirem do alvo, lhes deixe ficar embaraçado pelo resto da sua vida. Diga: “estou fazendo uma grande obra e não posso parar, não posso me embaraçar”.

Jesus está voltando e quem prefere ficar embaraçado acaba pecando, pois Deus é justo e ao culpado Ele não tem por inocente.

Reflita hoje o que tem embaraçado a tua vida, e rompa em Nome de Jesus todos os obstáculos. A porta do Céu é estreita, e somente aqueles que renunciam entrarão por ela. Pecado e embaraço não entram no Reino de Deus.
Texto de: Cristina M Silvano de Andrade

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

O Papel do Marido


Infelizmente, vemos hoje uma quantidade cada vez maior de casamentos destruídos. É claro que existem várias razões para isso, mas uma delas é pelo fato de que tanto os homens como as mulheres perderam de vista o seu papel dentro do relacionamento.

Um time de futebol só alcança a vitória quando cada jogador sabe o seu lugar dentro de campo, e o desempenha o seu papel no grupo corretamente. Da mesma forma, não podemos esperar que uma família seja bem sucedida se os seus integrantes nem ao menos sabem quais são suas responsabilidade perante Deus. É necessário, portanto, buscarmos compreender através da Bíblia o que Deus espera de cada um. Comecemos com o papel do marido.

Texto: 1 Pedro 3.7

Do mesmo modo vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulheres e tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida, de forma que não sejam interrompidas as suas orações.
Pedro ensina que o marido contribui para a glória de Deus no casamento através de um relacionamento amoroso com sua esposa.
O texto acima nos mostra duas palavras-chave para os maridos cumprirem adequadamente o seu papel dentro do casamento.

  • CONVIVÊNCIA: O marido deve conviver no lar com sabedoria (v.7a).

Do mesmo modo vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulherese tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida, de forma que não sejam interrompidas as suas orações.
Algo que, infelizmente, é comum a vários maridos no casamento é a ausência. Muitos maridos são ausentes no relacionamento por causa do trabalho ou apenas por falta de interesse. Existem aqueles que trabalham o dia inteiro e quando saem do trabalho preferem ir a um bar ou assistir futebol na casa dos amigos. Mas existem aqueles que, apesar de estarem presentes fisicamente no lar, estão ausentes emocionalmente, pois vivem diante da televisão e não se relacionam com sua esposa e filhos.
A expressão “do mesmo modo” pode significar que, de certa forma, o homem debe agir com submissão, da mesma forma que a mulher e os servos mencionados anteriormente no texto bíblico. Dentro do contexto, esta atitude demonstra não ser de obediência, mas de conceder à mulher o valor necessário. O texto afirma que o marido deve dar “honra” à mulher, que é a mesma palavra usada para indicar a atitude do cristão em relação ao rei (2.17).
A idéia que Pedro quer transmitir aos maridos é que eles devem conviver com suas esposas. Mas não se trata apenas de estar junto, mas também de se relacionar com elas com conhecimento ou sabedoria (vamos ver o que isso significa mais tarde). Então, Pedro está ensinando que os maridos devem ter quantidade e qualidade de tempo com suas esposas. Não é só estar junto sem dar atenção, mas também não dar atenção só de vez em quando. Isso deve ser uma prática comum e regular dos maridos.


         Não vale a pena conquistar o mundo (negócios) e perder a sua esposa e família. Dedique tempo à sua esposa. Não precisa ser horas do seu dia, mas planeje-se para sempre ter tempo para ela. Aqui vão algumas sugestões:

        1. Tempo de sofá: Pode ser apenas quinze a vinte minutos do seu dia para você sentar com sua esposa e perguntar como foi o dia dela e ouvi-la.

        2. Tempo devocional: O marido também é o líder espiritual da família. Separe um tempo para orar e ler a Bíblia com sua esposa para que vocês possam crescer juntos.

        3. Tempo de lazer com a esposa: De vez em quando, saia com sua esposa para passear sem os filhos. Pode ser algo simples.

  • HONRA: O marido deve tratar a esposa com honra (v.7b).

Do mesmo modo vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulherese tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida, de forma que não sejam interrompidas as suas orações.

         Pedro explica aqui o que significa conviver com a esposa com conhecimento. Significa que os maridos devem tratá-las com honra, como parte mais frágil. O grego usa a expressão “como vaso frágil”. Existem vasos que são verdadeiras obras de arte. Eles são valiosos e delicados, e por isso precisam ser manuseados com muito cuidado. Recentemente encontrei na internet um vaso chinês antigo para vender. Ele custava quarenta mil reais. Com certeza ele é manuseado com extremo cuidado pelos seus donos, pois é frágil de grande valor. Nossas esposas são assim também: frágeis e preciosas, e precisam ser tratadas desta forma.

         Assim, quando Pedro afirma que os maridos devem viver a vida comum do lar com conhecimento, ele está dizendo que, no relacionamento com sua esposa, o marido deve tratá-la com honra levando em conta algumas verdades: 1. A mulher é a parte mais frágil da relação. 2. A esposa (cristã) compartilha da mesma graça de Deus (salvação).

        1. A mulher é a parte mais frágil da relação: Isso não significa que a mulher é inferior, mas simplesmente que, em certos sentidos, a mulher é mais delicada que o marido. Existem pelo menos duas áreas em que isso é verdade. A mulher é mais delicada fisicamente e emocionalmente. Por isso, ao se relacionar com sua esposa lembre-se sempre disso. Não a trate com agressividade física. A mulher também é mais frágil emocionalmente. Normalmente elas são mais emotivas. O homem não é assim e por isso ele trata sua esposa como se fosse um outro homem. Não dá demonstrações de carinho e afeto, fica bravo quando a mulher chora. É aí que os conflitos surgem e os homens adquirem o rótulo de “insensíveis”.

        2. A esposa compartilha da mesma salvação: o marido deve conviver com sua esposa (cristã) lembrando-se que ela compartilha, junto com ele, da graça de Deus agindo em sua vida. Mais uma vez a Bíblia está mostrando que as esposas não são inferiores aos maridos no casamento. Pedro destaca a igualdade das mulheres no que se refere ao relacionamento com Deus. Elas igualmente defrutam desta graça. Devemos tratá-las, portanto, como alguém que tem os mesmos privilégios.

         Portanto, honre sua esposa. Dê a ela o devido valor dentro da família.

AS CONSEQÜÊNCIAS ESPIRITUAIS (v.7c)

Do mesmo modo vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulheres e tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida, de forma que não sejam interrompidas as suas orações.

         Os maridos são verdadeiros pastores de suas esposas. Isso é verdade porque Pedro nos mostra que a forma pela qual o marido se relaciona com sua esposa tem sérias conseqüências espirituais.
Quando o marido não valoriza a esposa e não a trata com o respeito e dignidade adequados, a comunhão entre o casal é prejudicada e, conseqüentemente, a vida espiritual (comunhão com Deus) é afetada.


         Isso pode ser especialmente percebido na interrupção da vida de oração do casal. Pedro mostra que a conseqüência de não tratar a esposa adequadamente é a interrupção das orações. A idéia é que, quando o marido não cumpre corretamente seu papel no casamento, a comunhão com a esposa é quebrada, e conseqüentemente, a comunhão com Deus, pois as suas orações serão impedidas.
Todo o ensinamento de Pedro que vimos até agora pode ser resumido no que diz Colossenses 3.19:
Cl 3.19-Maridos, ame cada um a sua mulher e não a tratem com amargura.


         Os maridos devem amar suas esposas. O amor na Bíblia não se trata de um sentimento. Sentimentos são instáveis. Para a Bíblia o amor é a disposição para fazer o que é o melhor para o outro, e este é o compromisso que precisamos ter com Deus e com nossas esposas.
Nós, maridos, precisamos periodicamente relembrar nosso papel dentro do lar. Se cada um de nós cumprirmos adequadamente nossa responsabilidade, com a ajuda de Deus, seremos um número a menos no porcentual de famílias destruídas.

Autor: Ivis Fernandes

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

O Maior Sonho ou a Maior Necessidade?

Todavia a pergunta é: por que isso acontece? Vamos buscar a resposta na Palavra de Deus, mais precisamente no Livro de Jó, onde está escrito: “Se projetas alguma coisa, ela te sairá bem, e a luz brilhará em teus caminhos” (Jó 22.28).
 
 
Diante dos afazeres e preocupações do cotidiano alguns ficam confusos, sentem-se inseguros para tomar decisões, com muitos pensamentos que lhes fazem ficar em dúvida sobre qual decisão tomar.
Diante dos afazeres e preocupações do cotidiano alguns ficam confusos, sentem-se inseguros para tomar decisões, com muitos pensamentos que lhes fazem ficar em dúvida sobre qual decisão tomar.

Note que não está escrito “Se projetas muitas coisas”, mas, sim, “Se projetas alguma coisa (...)”, ou seja, é preciso resolver um problema de cada vez. Em outras palavras, as pessoas fazem muitos projetos e querem que todos se realizem ao mesmo tempo. Então, com uma fé dividida, minada por dúvidas, a pessoa não vê resultados. Há quem pense que Deus não quer que ela nasça de novo, que tenha uma nova vida. No entanto, essa luz, descrita na passagem bíblica, simboliza o próprio Deus que tem todo o interesse de que nos tornemos Seus filhos, para que, ao recebermos a autoridade divina, possamos conquistar absolutamente tudo o que desejarmos. Contudo, o texto sagrado também revela que há um caminho a ser trilhado até essa conquista.
Está escrito: "Porém novilho ou cordeiro desproporcionados poderás oferecer por oferta voluntária, mas, por voto, não será aceito." (Levítico 22.23). Isso significa que o seu esforço tem que ser proporcional àquilo que você deseja conquistar. Afinal, o seu pedido é que define se a sua fé é forte ou débil, pois o que parece sacrifício aos seus olhos pode não ser aos olhos de Deus. Quer dizer, apesar do seu empenho e dedicação, ainda não obteve os resultados esperados porque seus esforços estão divididos entre os muitos pedidos que você fez a Deus, ou seja, você dividiu o seu sacrifício, tornando-o desproporcional, inferior ao que está buscando.

Portanto, temos que deixar o sentimento de lado e agirmos pela fé, pois “sem fé é impossível agradar a Deus” (Hebreus 11.6). De repente, você tem mil sonhos, mas precisa escolher entre eles qual é o mais importante. Tem que analisar a situação e tomar uma decisão com os pés no chão e, a partir daí, perseguir seu objetivo até alcançá-lo. É como uma mulher que está grávida e se prepara para o nascimento da criança. Porém, enquanto isso não acontece, ela vive em função daquele bebê, pensando noite e dia como será aquele filho tão desejado.
Durante o caminho que você terá que trilhar até o seu objetivo, surgirão obstáculos, dificuldades, vozes contrárias e pensamentos negativos para desviá-lo do seu alvo e deter a sua fé e te desviar do seu sonho. Se você for fraco e se deixar levar pelas "aves de rapina", ou seja, por pessoas que querem atrapalhá-lo, Deus não poderá fazer nada, afinal, a opção foi sua. Mas, se você for forte, definido em busca do seu maior sonho ou sua maior necessidade, a voz de Deus prevalecerá, a luz divina vai brilhar e o que você determinou vai acontecer.

domingo, 17 de fevereiro de 2013

O Abecedário do Casamento Cristão

 

Depois de 28 anos de casamento, preparamos essa lista acróstica ("A a Z") de conselhos PRÁTICOS para um casamento que honre a Deus, reconhecendo que, sem Ele, nada podemos fazer (Jo 15.5, Sl 127.1,2).
 

Abracem seus respectivos papéis de liderança amorosa e submissão respeitosa.

 
As mulheres sejam submissas a seus próprios maridos, como ao Senhor...Maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja...Cada um de per si, também ame a sua própria esposa como a si mesmo, e a esposa respeite a seu marido (Ef 5.22,25,33)

Busquem desenvolver sua amizade ao longo de suas vidas.

 
Em todo tempo ama o amigo, e na angústia se faz o irmão (Pv 17.17)
Como o ferro com o ferro se afia, assim o homem ao seu amigo. (Pv 27.17)

Confiem única e exclusivamente em Cristo para construir seu lar

Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam (Sl 127.1)
Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes em teu próprio entendimento (Pv 3.5)
 

Desliguem a televisão!

Não porei coisa injusta diante dos meus olhos; aborreço o proceder dos que se desviam; nada disto se me pegará. Longe de mim o coração perverso; não quero conhecer o mal (Sl 101.3,4)

Escutem antes de falar.

O insensato não tem prazer no entendimento, senão em externar o seu interior (Pv 18.2)

Fujam da dívida!

O rico domina sobre o pobre, e o que toma emprestado é servo do que empresta (Pv 22.7)

Gastem tempo juntos nas refeições (sem distrações).

Estas palavras...tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa...(Dt 6,6,7)
Honrem publicamente um ao outro
 
A esposa respeite a seu marido...Maridos...vivei a vida comum do lar, com discernimento; e tendo consideração para com a vossa mulher, como parte mais frágil, tratai-a com dignidade...(Ef 5.32; 1 Pe 3.7)

Invistam no Reino de Deus e coisas eternas: a Palavra de Deus, a Pessoa de Deus, o povo de Deus

Buscai, pois, em primeiro lugar, o Reino de Deus...(Mt 6.33)

Jamais durmam bravos (guardando mágoas).

Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira, nem deis lugar ao diabo (Ef 4.26,27)

Louvem a Deus JUNTOS na igreja

Consideremo-nos também uns aos outros para nos estimularmos ao amor e às boas obras, não deixando de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações, e tanto mais quanto vedes que o dia se aproxima (Hb 10.24,25)...

Ministrem juntos

Eu e a minha casa, serviremos ao Senhor! (Js 24.15; 2 Co 6.14,15)

Nunca permitam que os filhos, pais ou outros terceiros sejam o CENTRO de suas vidas

Por isso deixa o homem pai e mãe, e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne (Gn 2.24)

Orem juntos.

Orai sem cessar...orai uns pelos outros...Sois juntamente herdeiros da mesma graça de vida, para que não se interrompam as vossas orações (1 Ts 5.19; Tg 5.16; 1 Pe 3.7)

Peçam (e concedam) perdão (não desculpas) sempre que alguém erre.

Se, pois, ao trazeres ao altar a tua oferta, ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa perante o altar a tua oferta, vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; e, então, voltando, faze a tua oferta (Mt 5.23,24; Pv 28.13; Tg 5.16)

Quando não conseguem resolver um problema, procurem ajuda!

Como águas profundas são os propósitos do coração do homem, mas o homem de inteligência sabe descobri-los...Na multidão de conselheiros há segurança...Instrui-vos e aconselhai-vos mutuamente em toda a sabedoria (Pv 20.5; Pv 11.14; Cl 3.16 multidão)

Respeitem as opiniões contrárias um do outro: se os dois sempre concordarem, um é desnecessário!

Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lhe seja idônea (Gn 2.18)

Separem os PRIMEIROS MOMENTOS depois de chegarem em casa para um “Tempo de Sofá”

 
Vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher, como parte mais frágil, tratai-a com dignidade, por isso que sois juntamente herdeiros da mesma graça de vida... (1 Pe 3.7)

Tirem a palavra “Divórcio” do seu vocabulário

O Senhor Deus de Israel diz que odeia o divórcio (Ml 2.16)

Unam-se diante dos filhos.

Por isso deixa o homem pai e mãe, e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne (Gn 2.24)

Vão para cama juntos (no mesmo horário).

Não vos priveis um ao outro,salvo talvez por mútuo consentimento, por algum tempo, para vos dedicardes à oração e novamente vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por causa da incontinência (1 Co 7.5)

Xingar, só cachorro!

Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e, sim, unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e assim transmita graça aos que ouvem (Ef 4.29)

Zelem pelo prazer um do outro DO OUTRO, não de si mesmo.

O meu amado é meu, e eu sou dele...A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e, sim, o marido; e também, semelhantemente, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, e, sim, a mulher. (Ct 2.16; 1 Co 7.1-5)

Autores: Pr. Davi e Carol Sue Merkh